SUCESSÃO DE BENS IMÓVEIS

A sucessão de bens imóveis acontece quando há direitos sobre determinado bem ou bens que serão passados para herdeiro(s), assim sendo por meios de testamentos estabelecidos ou por meio de herança, vale salientar o básico para sucessão, os seguintes pontos, o tipo de regime matrimonial do falecido, os herdeiros legítimos e testamento, no âmbito de registros para partilha podem ocorrer os seguintes moldes, por via Extra-Judicial, este procedimento pode ser feito via cartório, nas seguintes condições, não haver herdeiros incapazes ou menor de idade e ter herdeiros falecidos, em outros casos acontecerá por via judicial e assim chamando de inventário Judicial, quando é determinado as partes e encontrados todos os herdeiros e se chega em um consenso dos direitos e deveres, é emitido um formal de partilha, onde se é possível fazer a transmissão dos bens em espólio do falecido, vale lembrar que todas a dividas deixadas para o inventário será paga pelos próprios bens do falecido, a preferência de compra do imóvel é sempre dos herdeiros, sendo necessário avaliar o valor justo a se pago para cada parte.

FECHANDO ACORDOS PARA RESOLVER CONFLITOS

         São muitos os processos imobiliários que tramitam nos fóruns em todo o brasil, que fazem que os processos demorem anos para serem julgados, o motivo para isso são a falta de acordos das partes, sendo os casos onde os acordos para resolver esses conflitos não necessitam do juiz determinar o destino dos processos, acordos judiciais são sempre o melhor caminho para resolver os casos, é factível que a demora dos processos podem trazer prejuízos financeiros e complicações nos casos judiciais. Me lembro de atender um caso que passou tanto tempo sem um acordo que foi determinado a penhora dos bens das partes envolvidas onde poderiam perder as casas onde vivem, isso porque as custas processuais estavam muito altas, que esta ambos não podiam pagar.  Falar em acordo é sempre complicado pois a proposta de uma parte pode indicar não ser justa pela outra, trazendo a necessidade do juiz determinar o caso, para melhor resolver um conflito é tecer um acordo sadio e saudável para ambos os lados, abrir mão e fazer algumas concessões podem ser necessárias, mas tenha ciência que resolver o caso o mais breve possível te traz alivio mental e paz de espírito, para quem saber recomeçar, em muitos casos que trabalhei, a minha preocupação sempre foi trazer a imparcialidade processual com minhas avaliações de imóveis, o senso de ajudar as partes a tecerem um estratégia para finalizar o processo é sempre solicitada, com a pergunta dos clientes ” E agora o que vai acontecer?”, não podemos determinar o que vai acontecer em um processo, pois as leis endossam o destino processual, mas podemos com os acordos para resolver conflitos minimizar os danos mentais e financeiros no processo.

INVESTINDO EM TERRENOS NA PANDEMIA

O ano 2020, vai entrar para história como o ano que as pessoas tiveram que se superar e mudar totalmente o jeito de viver para enfrentar um vírus altamente contagioso, afetando toda a rotina de trabalho, lazer e demais atividades do cotidiano, como ficar agora em confinamento dentro de casa, o uso de máscaras e álcool em gel passaram a ser itens primordiais nesse combate, com esse novo comportamento as pessoas passaram a se aproximar e analisar o seu ambiente, que antes passavam apenas algumas horas do dia, devido ao “novo normal” passaram para 24 por 7, essa situação motivou algumas pessoas a fazerem pequenos reparos e até mesmo algumas reformas, na tentativa de melhorar o bem estar social em sua residência, com a economia em plena reação negativa devido a esses fatores, o poder de comprar e com índices econômicos negativos, fica parecendo que não haverá luz no fim do túnel, mas para alguns é a hora de analisar como vai ser o futuro e começar a planejar, é sabido no subconsciente comum das pessoas que terrenos sempre são bons investimento de longo prazo, pois pelo que todos dizem “terrenos sempre valorizam”, vamos fazer um exercício, se todos ao meio da pandemia precisam ficar em casa e não possibilidades de nascerem novas construções, podemos chegar a conclusão, que lotes e terrenos não é opção de investimento para uma grande maioria, assim trazendo um compreensão simples de oferta e demanda de mercado, se tem menos procura e mais ofertas, o preço tende a cair, assim possibilitando uma grande variedades de terrenos e lotes nas regiões, para todas as classes sociais, para avaliar melhor a compra de um terreno analise pelo menos esses três pontos a seguir : Primeiro ache outro imóvel no bairro para ter um comparativo, segundo, analise bem a proposta e escolha uma que caiba no seu bolso e terceiro, repare bastante nas casas na região pois o valor das casas após a pandemia poderá sofrer alteração, mas lembre que não será muita pois nesse momento o valor das casas já encontrou o ponto de equilíbrio de mercado. Faça uma boa escolha, analise bastante em sites pela internet, conheça bem a região e assim é garantido um bom investimento em terrenos.    

Apresentação

Me chamo Olavo Vieira Pires, sou de Macaé estado do Rio de Janeiro, desde criança andando com meu pai e meu avô, me despertou o interesse no ramo imobiliário, lembro quando criança fazer uma matéria para escola sobre uma obra que estava parada ja á muito anos, obras paradas são chamadas de “Elefante Brancos”, essa era pauta da minha pesquisa, lembro de ficar muito feliz pelo feito, assim nasceu a vontade de aprender sobre obras e mercado de imóveis, depois de 30 sou formado em negócios imobiliários, corretor de imóveis e avaliador de imóveis, atuando para justiça em diversos casos. Espero profundamento conseguir escrever mais postagens pois amo essa área e o assunto. Muito Obrigado